Casamento coletivo sela a união de 150 casais em Feira de Santana

Mais uma edição do casamento coletivo foi realizada pela prefeitura de Feira de Santana nesta quinta-feira (8). Este ano foram 150 casais que disseram sim e partiram para o início de uma nova jornada. O casal Basílio Ferreira dos Santos e Lucidalva Bispo de Araujo foi um dos que participaram. Eles já têm 10 anos de convivência e um filho.

“É uma união que vai nos trazer mais felicidade. A gente já tem convivência e agora será um momento de maior felicidade. Como a gente tem um amor grande um pelo outro, resolvemos nos casar. Esperei a oportunidade para esse momento”, afirmou Basílio Ferreira. “É um momento importante. Ele que apertou meu juízo, queria casar e agora conseguimos”, contou Lucidalva.

Jeferson Barreto de Jesus, 23 anos, e Raquel Alves Santos, 16 anos, estavam entre os casais mais jovens a selarem a união no casamento coletivo. “A gente morava na mesma vila e começamos a namorar, pedi a mão dela em namoro há dois anos e agora decidimos casar. Fiquei nervoso quando pedi a mão dela, mas já conhecia o pai. Ele falou que abençoava nosso casamento”, lembrou Jeferson. “Sou apaixonada por ele, foi amor à primeira vista e fiquei muito feliz quando ele me pediu em casamento”, comemorou Raquel.

O secretário Ildes Ferreira destacou a importância do casamento coletivo para fortalecer as famílias. “Muitos problemas têm como causa a família desestruturada. Desde o mês de abril quando começaram os trabalhos, pensamos no fortalecimento das famílias. Queremos que os pais sejam respeitados pelos filhos. Nossa esperança é pelo reconhecimento da família”, afirmou.

O casamento coletivo esse ano foi realizado no SESI, localizado no Alto do Cruzeiro, e de acordo com o secretário, teve um número inferior de casais, em comparação com o ano passado, já que este ano houve a descentralização, com a realização de uma edição do casamento coletivo no distrito de Humildes, onde mais de 50 casais oficializaram a união.

por Acorda Cidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*