Coligação de Alckmin vai receber metade do novo fundo bilionário

A coligação de nove legendas que se formou em torno da candidatura presidencial de Geraldo Alckmin (PSDB) vai receber quase a metade do novo fundo de campanha que, nos próximos dias, injetará R$ 1,72 bilhão de dinheiro público nas contas dos partidos.

Segundo o Estadão, se na divisão da propaganda eleitoral na TV o tucano já detém a maior parte, 44%, a fatia da verba do chamado “fundão” é maior ainda, 48%, o que totaliza R$ 828 milhões.

No entanto, a verba não pode ser usada na integralidade pela campanha de Alckmin. Ela será distribuída proporcionalmente aos candidatos das nove siglas coligadas, a governador, senador e deputados.

por Metro1

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*