Direitos dos idosos são discutidos durante conferência em Feira de Santana

Idosos de Feira de Santana e de pelo menos12 municípios do território Portal do Sertão estão reunidos nesta quarta-feira (15) e quinta feira (16) até meio dia discutindo seus direitos e o avanço de políticas públicas. O evento acontece no auditório da Fundação Senhor dos Passos, bairro Baraúnas.

Na manhã desta quarta-feira (16) a palestrante do evento foi a enfermeira e gerontóloga Cláudia Feio. Ela frisou que os idosos estão enfrentando muitos desafios nos dias atuais, desde a própria idade, a aceitação na sociedade e até a Reforma da Previdência.

“Tem também os desafios de se manter bem, independente autônomo, cuidando da vida, do corpo, decidindo sobre a vida e podendo manter relações sociais. Podendo estar inserido socialmente, atuante, podendo desenvolver uma atividade laboral, porque existem hoje muitos idosos que tem 60, 70 anos e que estão super bem e que tem total condição de trabalhar e produzir para o país. O principal desafio é conseguir se manter independente e autônomo dentro de uma sociedade que exclui o idoso”, disse.

Sobre a retirada de direitos dos idosos com a Reforma da Previdência, Claúdia informou que muitos idosos estão preocupados com essa situação. Ter os direitos retirados ou diminuídos na opinião dela, faz com que os idosos fiquem em maior vulnerabilidade e dependência.

“Vivem diante de uma sociedade que não abraça essa pessoa, que não reconhece o valor que essa pessoa tem depois de tantos anos trabalhando para que tenha uma vida digna e com o mínimo de qualidade para poder sobreviver enquanto idoso na sociedade”, comentou.

A enfermeira explicou que a gerontologia é a ciência que abarca várias áreas do conhecimento das pessoas que trabalham com idoso. Tem um caráter multidimensional, multiprofissional no atendimento aos idosos. Reúne todos dos aspectos biológicos, biopsicossociais e espirituais.

A presidente do Conselho Municipal da Pessoa Idosa, Cacilda Miranda fez uma avaliação positiva do primeiro dia da conferência. Ela destacou que o conselho tem buscado efetivar políticas para os idosos na cidade de Feira de Santana e a prova disso é que esse ano já vai inaugurar a sede própria do centro de convivência do idoso.

“Nós já temos implantado um Núcleo de Prevenção a Violência contra a pessoa idosa, temos consultório geriátricos estamos ainda nessa luta pela educação, pela saúde, pela cultura, pelo esporte, lazer e previdência. Hoje esse eixo foi muito discutido aqui. E nesse momento de crise que estamos vivendo, que estão extinguindo o Conselho Nacional do direito da pessoa idosa é fundamental mobilizar essa população, esse segmento para que os seus direitos estejam garantidos e efetivados”, afirmou.

A Conferência da pessoa idosa será encerrada ao meio dia desta quinta-feira (16) e estão previstas apresentações culturais, apresentação dos relatórios e dos grupos temáticos, além de votação das propostas e emendas. Haverá ainda eleição das moções e delegados da V Conferência Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa.

por Acorda Cidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*