Feira de Santana: Região Metropolitana forte é contraponto à extinção do CIS, afirma Colbert Filho

A retomada da criação e o consequente fortalecimento da Região Metropolitana de Feira de Santana poderá ser o contraponto à extinção do CIS (Centro Industrial do Subaé) como autarquia – foi transformada em diretoria pelo Governo do Estado. A análise é do prefeito Colbert Filho, feita durante entrevista ao Programa Primeira Página, da Rádio Povo, comandado pelo radialista Wilson Passos, na manhã desta quinta-feira, 27. Participaram da entrevista Humberto Cedraz e Itajay Pedra Branca.

A lei que criou a Região Metropolitana, formada pelos municípios de São Gonçalo dos Campos, Amélia Rodrigues, Conceição da Feira, Conceição do Jacuípe, Tanquinho, mais Feira de Santana, foi sancionada em 2011. “Feira de Santana não pode caminhar sozinha”, afirmou o prefeito, que recentemente esteve em Campinas, interior de São Paulo, onde visitou a Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Campinas.

Afirmou também que as obras do BRT estão em andamento – exceto o terminal da avenida Noide Cerqueira, onde a legalização do terreno ainda não foi realizada, e que a modalidade de transporte vai entrar em funcionamento ainda no primeiro semestre do próximo ano. O prefeito Colbert Filho estava acompanhado pelo secretário de Comunicação Social, Valdomiro Silva.

por Acorda Cidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*