Feira de Santana: Secretário explica razões da Micareta não ser realizada na quarta-feira

O secretário de Cultura, Esporte e Lazer de Feira de Santana, Edson Borges, reuniu a imprensa na tarde desta sexta-feira (15), para explicar as razões pelas quais a Micareta 2019, que acontece de 25 a 28 de abril, não vai começar de forma antecipada, na quarta-feira, como em anos anteriores.

Segundo ele, para que acontecesse, a prefeitura precisaria ter uma estrutura geral, incluindo segurança pública e isso não é possível. Edson acredita que se a Micareta fosse antecipada oficialmente para quarta-feira, as pessoas certamente iriam começar de forma não oficial na terça.

“Então a decisão do governo é basicamente essa: questão de segurança, de atendimento a saúde, de custos, entre outros fatores”, disse Edson Borges. Na opinião do secretário, o fato de não ter uma quarta-feira alternativa de Micareta não vai acabar com a folia, pelo fato de se tratar de uma das maiores festas populares do Brasil e também pelo fato da prefeitura investir em grandes estrelas da música carnavalesca para o folião pipoca, bem diferente, segundo o secretário, de outras micaretas Brasil a fora que são fechadas.

Edson Borges ressalta ainda que a prefeitura investe alto em organização, iluminação, camarotes e limpeza. “A Micareta de Feira continua sendo tão grandiosa, que artistas como Bel Marques, Cláudia Leite e Chiclete com Banana gravaram CDs e DVDs ano passado aqui e fizeram questão de colocar na capa que foi na Micareta de Feira de Santana”, enalteceu.

Se referindo ao tradicionalismo e a história da festa momesca, o secretário destaca que há grandes artistas que começaram suas carreiras aqui, a exemplo de Ivete Sangalo e Daniela Mercury, que subiu pela primeira vez em um trio elétrico em Feira de Santana.

Como não vai ser permitido circulação de blocos ou qualquer atração na quarta-feira, a Avenida Presidente Dutra terá o trânsito livre durante dia e noite desse dia. Além disso, o secretário informou que a iluminação específica da Micareta não vai ser acesa na quarta, apenas a partir de quinta, o que não vai impedir os barraqueiros de se organizarem no espaço já no dia anterior.

por Acorda Cidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*