Jequié: Igreja onde garota morreu eletrocutada emite nota e diz que toldo estava armado há mais de um ano

A Igreja Batista Emanuel emitiu uma nota falando sobre a morte da criança Vanessa Alves Pereira da Silva, que morreu após tocar na estrutura metálica de um toldo armado em frente a igreja, na Rua Chile, bairro Km 3, em Jequié, no dia 31 de outubro.

A direção da igreja lamentou a morte de Vanessa Alves Pereira da Silva. “Nos solidarizamos com a família e, com sentimento de humanidade estivemos a todo tempo acompanhando-os desde o sinistro, bem como prestando todos os esclarecimentos na delegacia, até o funeral onde arcamos com todas as despesas junto a Pax Internacional e junto ao Cemitério do Curral Novo”.

No comunicado eles disseram que o toldo está instalado na porta da igreja já havia um ano sem causar nenhum tipo de incidente, inclusive, no dia anterior ao ocorrido, teve um ensaio com o Grupo de Mulheres com a presença de várias crianças que transitaram no local e pegaram na estrutura do toldo sem haver nenhuma alteração. A nota diz ainda que a informação de que haviam fios desencapados é inverídica, maldosa e com fins sensacionalista sem nenhum respeito e seriedade que o momento exige.

A fiação que está a vista, ou seja, fora de tubulação está totalmente isolada. A nota recebido pelo BJM é assinada pelo Pastor Moises Silva de Aguiar. O Delegado Moabe Macedo disse que um inquérito criminal foi aberto para apurar as responsabilidades.

por Blog do Júnior Mascote

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*