MTE denuncia 209 empresas por trabalho escravo

Uma versão atualizada da “lista suja” do trabalho escravo foi divulgada hoje (6) pelo Ministério do Trabalho. Segundo o documento, são denunciadas por praticar o crime 209 empresas.

Ainda de acordo com o relatório, 2.879 funcionários foram submetidos a exercer atividades laborativas sob condições degradantes e desumanas entre 2005 e 2018.

A Spal Indústria Brasileira de Bebidas S.A, fabricante da Coca-Cola, e o grupo empresarial Via Veneto, detentor das marcas Brooksfield e Harry’s, estão entre as companhias denunciadas pelas equipes de auditores fiscais do trabalho.

O chefe da Divisão de Fiscalização para Erradicação do Trabalho Escravo, Maurício Krepsky Fagundes, afirmou para o jornal Destak que a lista traz 50 nomes que não constavam no cadastro anterior.

por Metro1

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*