Operação em presídio de Feira apreende celulares e drogas

Operação em presídio de Feira apreende aparelhos de celular, chips e drogas
A revista ocorreu após a PM apreender armas de grosso calibre, na ultima terça-feira (7/11), com a mulher de um presidiário que tentou subornar os policiais por telefone.

Durante operação de revista no Conjunto Penal de Feira de Santana, na manhã desta quarta-feira (8/11), policiais da Companhia Independe de Policiamento Especializado (Cipe/ Litoral Norte), da Companhia Independente de Polícia de Guarda e agentes prisionais e localizaram 25 celulares, 60 microchips, 13 facas artesanais, além de 272 papelotes de maconha.

De acordo com o Coronel Luziel Andrade, comandante do Policiamento na Região Leste, a ação foi desencadeada a partir da prisão de Josete de Oliveira Santos, de 44 anos, nesta terça-feira (7), com um fuzil Airsoft, um rifle calibre 22, uma pistola Beretta 635, um revólver calibre 38, além de carregadores de fuzil e munições.

“Ela é esposa de Genivaldo Reis dos Santos, o ‘Mó’, que cumpre pena em Feira de Santana”, disse Andrade, lembrando ainda que ele, durante o flagrante no mercadinho Mini Preço, administrado por Josete, ligou para um dos smartphones apreendidos e tentou negociar, sem sucesso, a soltura da companheira. A Polícia Civil agora investiga qual a participação de Genivaldo Reis dos Santos na compra e armazenamento dessas armas e munições.

Segundo o coronel Luziel, a parceria em entre as forças de segurança e a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap) vem mostrando resultados. “Temos sempre que trabalhar integrados, para combatermos o crime organizado com efetividade”, disse.

O Capitão Alan, diretor do CPFS, exaltou participação efetiva das polícias Civil e Militar, que são de fundental importância para a execução dessa tão importante rotina a atividade carcerária.

Fonte: Secom/SSP-BA

 

Deixe seu comentário

comentários