Praga de lagarta atinge zona rural de Feira de Santana

Uma praga de lagartas está prejudicando toda a zona rural de Feira de Santana. Os insetos estão devastando as plantações de milho, feijão e principalmente mandioca. A trabalhadora rural Cristiane Invenção contou que está preocupada com a situação e que a praga de lagartas está destruindo toda a roça de feijão e milho.

Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

“Sem chuva e com o sol batendo fica ainda pior. Acaba toda a roça. Se a chuva vier melhora, mas se não vier só vai aumentar o prejuízo. Eu ainda não faço ideia do que foi perdido”, lamentou.

Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

As lagartas estão atingindo plantações diversas e em todos os distritos nota-se a presença das pragas. Edígia Almeida, proprietária de um sítio na Matinha, disse já perdeu toda a roça de feijão, milho e mandioca.

Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

“Já tem mais de um mês que as lagartas apareceram. São grandes e tem de todo o tipo. Na mandioca ataca as folhas, mas as raízes ficam comprometidas. A planta não cresce, enche de água e apodrece. Sem mandioca afeta toda a nossa produção de beiju, farinha e goma”, salientou.

Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

O Sindicato dos Trabalhadores Rurais relatou que já tem conhecimento da infestação de lagartas na zona rural de Feira de Santana. A diretora da entidade, Adriana Lima, confirmou os prejuízos e disse que a entidade está buscando soluções.

“As plantações estão sendo atingidas e as lagartas estão devorando tudo. O sindicato não vai contratar um biólogo, mas a gente já está se preparando para ir até a empresa Bahia Ater para procurar solucionar a questão. Também iremos procurar a secretária de agricultura para ver se tem alguém que cuida dessa situação”, acrescentou.

Com informações do repórter Ney Silva do Acorda Cidade.

Deixe seu comentário

comentários