STJ mantém prisão de ex-jogador baiano acusado de agredir esposa

A presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministra Laurita Vaz, manteve a prisão preventiva do ex-jogador Luciano Andrade Rissutt – ele é acusado de agredir a ex-esposa e descumpriu medidas protetivas estabelecidas.

De acordo com a decisão, o ex-atleta injuriou com palavras de baixo calão e agrediu fisicamente a ex-esposa e a mãe dela, com puxões de cabelo e um soco no braço.

A defesa alegou que o acusado, tecnicamente, é réu primário e exerce atualmente a profissão de taxista; atua como líder comunitário do bairro do Bonfim, em Salvador, onde reside.

O lateral-esquerdo disputou a Série A do Campeonato Brasileiro de 2004 com a camisa da Ponte Preta. Dois anos depois, já no início de 2006, Rissutt foi para o Fluminense, mas não vingou. Ele encerrou a carreira no Ituano, em 2010.

Fonte: Metro1

Deixe seu comentário

comentários