Vitória empata sem gols com Paraná e é eliminado da Copa do Brasil

A derrota por 2 a 0 no Barradão foi mesmo decisiva para a eliminação do Vitória na Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, 19, em Curitiba, o rubro-negro precisava vencer o Paraná Clube por dois gols de diferença, mas pouco criou no ataque e ficou apenas no empate por 0 a 0.

Agora, a equipe comandada por Argel Fucks precisa focar nas brigas pelos títulos baiano e do Nordestão. Neste domingo, 23, no Manoel Barradas, o Leão joga pelo empate diante do xará de Conquista para se garantir na decisão do Estadual – partida de ida terminou 1 a 1.

Na quinta da próxima semana, 26, também dentro de seus domínios, o clube vermelho e preto vai disputar o primeiro Ba-Vi das semifinais do torneio regional.

O jogo

Sobre a partida no Estádio Durival Britto, o Vitória mostrou os mesmos problemas de criação do duelo de ida contra a equipe paranista e do primeiro jogo contra o Bode. Um time que precisava de pelo menos dois gols não superou o bloqueio defensivo de um adversário da Série B do Brasileirão.

A chance mais perigosa da primeira etapa ocorreu após cobrança de bola parada. Patric bateu escanteio e Cleiton Xavier, de cabeça, exigiu boa defesa do goleiro Leo. Nos contra-ataques, o Paraná também assustava, mas foram poucas as oportunidades.

No segundo tempo, o Leão foi para o abafa e quase deu certo quando o goleiro Leo passou da bola, mas Patric não chegou a tempo de chutar. No fim da partida, Fernando Miguel defendeu finalização de Jonas Pessali em rápida jogada paranista. Leo também fez boa defesa em chute de Pineda.

“Não perdemos o jogo aqui, mas em casa. Deixamos de fazer o nosso dever. Não tiramos o mérito do Paraná, mas lá a gente propôs o jogo, não fizemos e acabamos tomando”, disse o volante Willian Farias, logo após a partida em Curitiba.

Paraná 0 x 0 Vitória – Jogo de volta da 4ª Fase da Copa do Brasil

Local: Estádio Durival Britto, em Curitiba (PR)

Quando: Quarta-feira, 19, às 19h30

Público: 7.399 pagantes

Renda: R$ 201.00,00

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)

Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Pablo Almeida da Costa (MG)

Cartões amarelos: Eduardo Brock (P); Bruno Ramires, André Lima e Jhermerson (V)

Paraná – Léo, Júnior, Airton, Eduardo Brock e Rayan; Jhony, Alex Santana e Robson (Jonas Pessalli); Nathan, Renatinho (Diego Tavares) e Ítalo (Guilherme Biteco). Técnico: Wagner Lopes.

Vitória – Fernando Miguel, Patric, Kanu, Fred e Geferson; Willian Farias (Uillian Correia), Bruno Ramires (Pineda), Cleiton Xavier e Euller (Jhermerson); David e André Lima. Técnico: Argel Fucks.

Fonte: A tarde

Deixe seu comentário

comentários