Fachin homologa delação da JBS; medida dá validade jurídica aos depoimentos

O ministro Edson Fachin homologou a delação homologou nesta quinta-feira (18) a delação premiada dos proprietários do frigorífico JBS, Joesley e Wesley Batista, que dá validade jurídica aos depoimentos. Parte do conteúdo das oitivas veio à tona na noite desta quarta-feira (17), publicada pela coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo, implicando diretamente o presidente Michel Temer e o senador Aécio Neves (PSDB-MG).

No caso de Temer, Joesley afirma que o peemedebista deu aval para que a JBS fizesse pagamentos ao deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para que ele se mantivesse em silêncio. Já Aécio foi citado por pedir R$ 2 milhões ao empresário para, supostamente, pagar honorários advocatícios.

por Bahia Notícias

Deixe seu comentário

Comentarios