Um dia após rejeição, Câmara aprova urgência para tramitação da reforma trabalhista

Um dia depois de ser rejeitado, o requerimento de urgência para a reforma trabalhista foi aprovado na Câmara durante a noite desta quarta-feira (19). O pedido para acelerar a tramitação do projeto foi aprovado por 287 votos a 144. Eram necessários pelo menos 257 votos favoráveis.

O governo decidiu colocar o projeto na pauta da Casa pelo segundo dia consecutivo, provocando protestos da bancada de oposição. Parlamentares usaram cartazes com os dizeres “método Cunha não” para criticar a atuação do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Nesta terça (18), o requerimento já havia sido votado, mas foi rejeitado por 163 deputados, enquanto 230 votaram a favor.

por Bahia Notícias

Deixe seu comentário

Comentarios