Senado aprova aumento de 16% para ministros do STF e PGR

O projeto que aumenta em 16% os salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal foi aprovado hoje (7) pelo Senado, por 41 votos a 16. A proposta segue agora para a sanção do presidente Michel Temer.

Com o reajuste, o salários dos magistrados pulam de R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil. A mudança passa a valer a partir da sanção presidencial.

O Senado ainda aprovou outro projeto que também reajusta em 16% o salário para o cargo de procurador-geral da República, que também vai passar a ser R$ 39,2 mil. A proposta foi aprovada de forma simbólica, sem contagem de votos.

O reajustes nos salários dos ministros cria um efeito-cascata nas contas, porque representa o teto do funcionalismo público. De acordo com os cálculos de consultorias da Câmara e do Senado, a mudança poderá causar um impacto de R$ 4 bilhões nas contas públicas.

por Metro1

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*