Vereador Pedro Mel rompe com grupo dos ex-prefeitos Dadá e Zé Grilo, mas seguirá na oposição

O vereador de Ribeira do Pombal-BA, Pedro Mel (DEM) integrante da bancada da oposição, divulgou uma nota se declarando opositor independente. Na ocasião, o edil afirmou que não irá mais seguir determinações ou filosofias de nenhuma liderança política, o que chamou de liberdade das amarras e interesses individualizados que não beiram o coletivo.

Ainda na nota Pedro Mel afirmou não haver mágoas, ressentimentos, discórdia ou desentendimento no grupo do qual fazia parte até então, e por outro lado, sem citar nomes, afirmou não fazer mais parte de grupos que segundo ele “exercitam uma política sem princípios, onde só defendem seus próprios interesses: juntar cargos, assessorias, empregar parentes, ou ficar no mesmo jogo da partilha de alguns em detrimento de outros.” Veja a nota na íntegra:

Amigos e amigas, torno pública a minha decisão de seguir um novo rumo na política pombalense. A partir deste momento, irei trilhar por um segmento de total independência, ou seja, não irei mais seguir determinações ou filosofias de quaisquer lideranças políticas deste município, me libertando das amarras e interesses individualizados que não beiram o coletivo.

Para além desta decisão muito bem planejada, por sinal, não se trata de nenhuma mágoa, ressentimento, discórdia ou desentendimento com o grupo ao qual militei nos últimos anos. Apenas por entender que o olhar de futuro requer neste momento, um outro pensar, uma nova dinâmica e um novo planejamento acerca dos interesses do povo de Ribeira do Pombal, é que decidir trilhar por um outro caminho.

Não quero mais fazer parte de grupos que exercitam uma política sem princípios, onde só defendem seus próprios interesses: amealhar cargos, assessorias, empregar parentes(nepotismo), ou ficar no mesmo discurso do jogo da partilha de alguns em detrimento de outros. Muito pelo contrário, quero exercitar o desprendimento, a conduta em favor dos cidadãos e cidadãs, da discursão macro e da elaboração de políticas públicas sem coloração político-partidária.

E como diria o filósofo baiano, Sócrates de Lima: “Por questões político partidárias, as pessoas perdem a honra, os amigos e a capacidade de ser integro e viver uma vida comum na sua própria sociedade”. Viva Pombal e viva a nova oportunidade de se fazer uma política de verdade!

por Portal Alerta

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*